Os tratamentos atuais de Reprodução Humana oferecem boas taxas de sucesso. Cerca de três em cada quatro mulheres engravidarão com a adequada orientação terapêutica. Contrário à crença popular, os serviços de Medicina Reprodutiva, mesmo os com alta tecnologia, nem sempre são caros.

A produção de novos medicamentos, a micro-cirurgia e as técnicas de Reprodução Assistida , fazem com que a gravidez seja possível para a maioria dos casais que buscam o tratamento.

A proposta da Medicina Reprodutiva é estudar e promover a saúde reprodutiva, identificar, prevenir e combater os fatores de infertilidade; diagnosticar as causas e tratar o indivíduo ou casal que sofre com a infertilidade.

Logicamente, o objetivo final é que o processo reprodutivo se desenvolva até obtermos um bebê saudável, utilizando desde as técnicas mais simples, até as técnicas mais complexas, quando necessário.

Outras Especialidades