As mulheres que são diagnosticadas com endometriose têm mesmo essa dúvida. Mas antes de responder essa pergunta, queria chamar atenção para esse número: a endometriose atinge entre 7 e 10 milhões de brasileiras.
O que isso quer dizer? Que a endometriose é mais comum do que imaginam, mas apesar disso muitas mulheres ignoram os sintomas criados pela doença e não procuram ajuda médica.

A endometriose é causada quando o tecido que reveste a parte interna do útero (endométrio) cresce e envolve outros órgãos fora da cavidade uterina, como as trompas e os ovários. Por isso, algumas mulheres diagnosticadas com endometriose podem ter dificuldade para engravidar naturalmente.
Se você tem a doença não é preciso ficar abalada, achando que não será possível ser mãe. Existe tratamento para endometriose e também para engravidar. O mais importante é primeiro conversar com seu ginecologista ou com um especialista em Reprodução Humana.

Os tratamentos podem ser para favorecer a gestação como indução da ovulação, Inseminação artificial ou Fertilização In Vitro, para as pacientes com poucos sintomas. Ou poderá ser indicado um tratamento cirúrgico nos casos mais graves e para as pacientes mais sintomáticas.
Esse é um espaço onde nós respondemos as perguntas que vocês mandam. Por isso, continuem enviando dúvidas e sugestões de temas para abordarmos nas próximas postagens.

Núcleo Santista de Reprodução Humana | Há mais de 25 anos ajudando a gerar vidas.