Hoje vamos abordar um assunto que muitas vezes é deixado de lado durante o tratamento do câncer de mama: fertilidade!

Infelizmente, os tratamentos oncológicos, como quimioterapia e radioterapia, afetam diretamente as células germinativas, como óvulos e espermatozoides, podendo ocasionar desta forma, a Infertilidade.

A maneira com que o câncer pode afetar a fertilidade depende de três fatores:

  • O tipo de tratamento realizado;
  • Estágio do tumor;
  • Idade da paciente.

Devido aos medicamentos utilizados na quimioterapia, há o risco de 40% a 80% de insuficiência ovariana, ou, menopausa precoce. Já o tipo e estágio do tumor vão definir as opções de tratamentos. Por isso, quanto antes for detectado o câncer, menos agressão o corpo sofrerá.

A idade, por sua vez, é extremamente importante na preservação da fertilidade. Sabemos que após os 30 anos, começa o declínio natural da fertilidade feminina, o tratamento do câncer pode acelerar esse processo e induzir a menopausa precoce. Para estes casos é indicado o Congelamento dos óvulos.

Para saber mais clique aqui.