Você sabia que só temos 20% de chance de gravidez a cada mês de relação desprotegida?

A infertilidade é uma condição comum na vida de muitos casais. A dificuldade em conceber um filho pode ser consequência de inúmeros fatores que atingem mulheres e homens.

Neste post vamos mostrar as principais causas de infertilidade feminina e como podemos ajudar a reverter o quadro:

  • Baixa qualidade ou insuficiente produção de óvulos: a idade é o fator mais importante que interfere diretamente na qualidade dos óvulos. A partir dos 35 anos, o potencial de reprodução começa a diminuir gradualmente, entre 40 e 45 anos a chances de engravidar não passam de 5%.
  • Problemas de ovulação: podem ser desencadeados por qualquer distúrbio hormonal que afeta o sistema reprodutor, por exemplo: síndrome do ovário policístico, algumas doenças da glândula tireoide, entre outras.
  • Falha na implantação: essa é uma questão que pode afetar tanto as mulheres mais velhas, quanto mais jovens, e inúmeros fatores estão entrelaçados ao desenvolvimento e a implantação do embrião. Os principais incluem: anormalidades cromossômicas, distúrbio do sistema imunológico e problemas estruturais do sistema reprodutor.

O Núcleo Santista realiza todos os tipos de tratamentos indicados para a infertilidade do casal, desde os de baixa complexidade como coito programado e inseminação, e, até os de alta complexidade, como fertilização in vitro e congelamento de óvulos, por exemplo.

Núcleo Santista de Reprodução Humana | Há mais de 25 anos ajudando a gerar vidas.