endometriose

O que é endometriose?

A endometriose é uma importante doença ginecológica caracterizada pela presença de tecido semelhante ao endométrio fora do útero.

Endometriose pode crescer no exterior do seu útero, ovários, trompas e até mesmo na sua bexiga ou intestinos. Este tecido pode irritar estruturas que toca, causando dor e aderências (tecido cicatricial) sobre esses órgãos.

 

Como posso saber se tenho endometriose?

Muitas mulheres com endometriose têm dor pélvica ou abdominal, particularmente, durante a sua menstruação ou relação sexual. Poucas mulheres não têm sintomas. A endometriose pode dificultar a gravidez. De fato, 30% a 50% das mulheres inférteis têm endometriose. Às vezes, a endometriose pode crescer dentro do seu ovário e formar um cisto (endometrioma). Este diagnóstico geralmente pode ser feito com ressonância magnética de pelve ou com ultrassom transvaginal com preparo intestinal.

 

A endometriose causa infertilidade?

Se você tem endometriose, pode ser mais difícil para você engravidar. De 30% a 50% das mulheres com endometriose podem ter infertilidade. A endometriose pode influenciar a fertilidade de várias maneiras: anatomia distorcida da pelve, aderências, trompas obstruídas, inflamação das estruturas pélvicas, alteração do funcionamento do sistema imunológico, alterações no ambiente hormonal, comprometimento da implantação da gravidez e alteração da qualidade do óvulo.

Antes ou no momento da cirurgia, o seu médico pode avaliar a quantidade, localização e profundidade da endometriose e dar-lhe uma “pontuação”. Esta pontuação determina se a endometriose é considerada mínima (Estágio 1), leve (Estágio 2 e 3), ou grave (Estágio 4). Este sistema de pontuação está correlacionado com o sucesso da gestação. As mulheres com endometriose grave (Estágio 4), que causa cicatrizes consideráveis, bloqueia as trompas e danificam os ovários, possuem maior dificuldade em engravidar e muitas vezes requerem tratamento avançado de fertilidade.

 

Como a endometriose é tratada?

A endometriose precisa do hormônio feminino estrogênio para desenvolver e crescer. As pílulas anticoncepcionais e outras drogas que diminuem ou bloqueiam o estrogênio podem ser eficazes na melhora dos sintomas da dor. Para pacientes que desejam engravidar, a terapia medicamentosa pode ser considerada antes de tentativas de concepção, mas este tratamento geralmente não melhora as taxas de gravidez. Se a endometriose é vista no momento da cirurgia, o seu médico irá remover cirurgicamente a endometriose e retirar o tecido cicatricial.

O tratamento irá restaurar a sua anatomia normal e permitirá que seus órgãos reprodutivos funcionem normalmente. Suas chances de engravidar são melhoradas após o tratamento cirúrgico, especialmente se sua endometriose está na faixa moderada ou grave. A combinação de terapia cirúrgica e medicamentosa pode ser benéfica em pacientes que tentam conceber através de fertilização in vitro (FIV). Em geral, o tratamento é individualizado para cada paciente.