A técnica de reprodução assistida na qual utiliza-se o útero de outra mulher para gerar o bebê chama-se Fertilização In Vitro com útero de substituição, ou popularmente conhecida também como “barriga de aluguel”.

O parentesco para doadoras temporárias do útero pode ser até o quarto grau, sendo mãe, irmã, avó, tia ou prima.

Desta forma, mulheres que apresentam problemas no útero, como malformação, miomas ou até mesmo ausência do útero devido algum tratamento, e não têm condições de engravidar, podem recorrer a doação temporária de útero por uma receptora.

É importante ressaltar que no Brasil o útero de substituição só é permitido de maneira solidária, sendo ilegal qualquer tipo de negociação financeira.

Ficou com alguma dúvida? Deixe nos comentários, entre em contato online ou através dos telefones: (13) 3273-1193 | (13) 3273-2693

Núcleo Santista de Reprodução Humana | Há mais de 25 anos ajudando a gerar vidas.