Vocês viram recentemente na nossa página do facebook, o vídeo  que postei direto do Congresso Americano de Infertilidade, que aconteceu na cidade de San Antonio, no Texas (EUA). Como disse no vídeo, um dos assuntos mais importantes do congresso foi o estudo genético endometrial ou ERA (endometrial receptive analisis). Sendo assim, hoje vou explicar um pouco mais sobre esse novo recurso que já está disponível para nossas pacientes no Núcleo Santista.

Primeiramente, dois fatores são fundamentais para a implantação do embrião no endométrio (parte interna do útero):

1 – O embrião ter boa qualidade para conseguir se implantar no útero e se desenvolver;
2 – Endométrio receptivo, ou seja, dar as condições adequadas para que o embrião também consiga implantar e se desenvolver.

Em algumas pacientes, a transferência do embrião de boa qualidade no útero é realizada e mesmo assim ela acaba não engravidando. Com a chegada da ERA, é possível fazer o estudo genético do endométrio através de uma biópsia. Dessa forma, o teste servirá para orientar a melhor maneira de preparar o endométrio para a transferência de embriões, e consequentemente aumentar as chances de engravidar para quem teve uma falha de implantação.

Tel.: (13) 3273-1193 | (13) 3273-2693
End.: Rua Alexandre Herculano, 83 – Boqueirão – Santos/SP

Núcleo Santista de Reprodução Humana – Gerando sonhos em forma de vida!